Internacionalização, educação superior e mobilidade acadêmica: a experiência da Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC

  • Maria de Lourdes Pinto de Almeida
  • Karla Pezavento
  • Diego Palmeira Rodrigues
  • Silmara Terezinha Freitas

Resumen

Este texto emerge de um projeto macro desenvolvido pelo Grupo Internacional de Estudos e Pesquisas de Educação Superior – GIEPES UNICAMP, que tem por objetivo estudar esta temática no território ibero-americano. Na investigação macrodesenvolvida pelo GIEPES participam 22 (vinte e duas) Universidades de 09 (nove) países, sendo uma delas, a Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC). Este debate nasce de um projeto financiado pelo Conselho Nacional de Pesquisa (CAPES) por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC). Neste texto, o objetivo é analisar como a Universidade do Oeste de Santa Catarina experiência a mobilidade acadêmica. A metodologia científica utilizada para desenvolver esta investigação foi a histórico-crítica, tendo como instrumento a análise de conteúdo de Laurence Bardin. Como resultados, fica evidente que para a Unoesc a internacionalização é o caminho para a consolidação da pesquisa, do ensino e da extensão visando não perder seu espaço frente ao mercado competitivo. Além disso, possuem um órgão específico, desde 2010, para tratar dos assuntos voltados a mobilidade acadêmica.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Publicado
2021-03-08